Perguntas?

Técnica, vendas, faturas:
Pergunte aos nossos especialistas.

Diretamente para o interlocutor certo

Números de serviço:

Comércio: +49 2452 962 400
Indústria: +49 2452 962 777
Consumidor final: +49 2452 962 450
Segunda - Quinta: 8:00 - 17:30 horas
Sexta-feira: 8:00 - 17:00 horas

Tem dúvidas?

Estamos à sua disposição para qualquer pergunta ou esclarecimento.

Comércio: +49 2452 962 400
Indústria: +49 2452 962 777
Consumidor final: +49 2452 962 450
E-Mail: info@trotec.com

PROTEGE OS NOBRES VINHOS: DESUMIDIFICAÇÃO NA ADEGA

Os valores climáticos em caves abobadadas devem ser ideais para a produção de vinhos. Pois, as nobres pingas deverão desfrutar das melhores condições durante o seu processo de fermentação e o envelhecimento nas pipas de carvalho.

Normalmente, o enólogo ajusta as diferentes temperaturas, às quais os vinhos são fermentados, através de termostatos, presentes nas cubas. Mas, a utilização de desumidificadores também é indispensável. Vinhos tintos desenvolvem-se especialmente bem em ambientes com baixa humidade. Além disso, um desumidificador combate, especificamente, as condensações. A Trotec dispõe no seu programa de uma série de potentes desumidificadores, que podem ser usados para diferentes requisitos. Em particular, os desumidificadores móveis da Série TTK-S e as soluções estacionárias da Série DH-VPR+ são valiosos ajudantes numa adega. Um ponto a favor: garantem, adicionalmente, as melhores condições para a rotulagem e a embalagem das garrafas e contribuem para que a adega possa ser reutilizada o mais rapidamente possível após uma limpeza.

Uma videira perfeita, um processamento cuidadoso e uma sensibilidade especial são o fundamento para a produção dos melhores vinhos. Além disso, são importantes os valores climáticos na adega. Pois os vinhos apenas se irão desenvolver e alcançar uma qualidade de excelência com temperaturas bem reguladas e uma humidade do ar constante. É por isso que cada vez mais produtores e enólogos atentos apostam no uso de desumidificadores – de preferência, ao longo de todo o ciclo de produção. Ou seja, os valores de humidade devem ser controlados em todas as áreas de produção. Isto aplica-se para os recintos onde se encontram as cubas de fermentação, para as caves abobadadas onde os nobres vinhos envelhecem em pipas, para o recinto onde ocorre a rotulagem das garrafas e também para o armazém. É especialmente nas caves abobadadas que a humidade é geralmente demasiado elevada. E isto promove condensações, a formação de bolor e de bactérias e o cheiro a mofo que se podem transmitir aos vinhos, bem como más condições de trabalho, devido a pisos escorregadios.

Um parceiro estável na fermentação e no envelhecimento: os multi-talentos estacionários

Todos os bons vinhos tem as suas exigências. Isto é verdade para os brancos, mas particularmente para os vinhos tintos. Assim, cada variedade requer a sua temperatura específica, à qual irá fermentar de forma ideal. Para tal, os viticultores gostam de usar cubas com temperatura regulada. Desta forma, cada vinho recebe o clima que merece. É especialmente com os vinhos brancos, que naturalmente são fermentados a temperaturas mais baixas e engarrafados mais cedo que existe a ameaça de ocorrerem condensações. Quem não tomar providências, arrisca, não só, danificar as cubas, mas também a formação de bolor e bactérias na cave abobadada.

Solução permanente

Para dominar na perfeição o recorrente processo de engarrafamento, aconselha-se uma solução de desumidificação permanente das caves. Os desumidificadores estacionários de alto rendimento da série DH-VPR+ são, para tal, ajudantes preciosos. Eles fornecem uma proteção eficaz contra a humidade para as valiosas cubas mecanizadas e para o precioso conteúdo das barricas de carvalho. Pois, mesmo durante o envelhecimento do vinho fermentado em pipas de carvalho, a humidade deve ser conscientemente reduzida. É apenas desta forma que o vinho pode libertar moléculas de água para o ar através da madeira e desenvolver uma consistência de elevada qualidade através da reposição controlada da mesma. Com uma capacidade de desumidificação de mais de 50 litros por dia, por exemplo, o desumidificador DH 30 VPR+ da Trotec protege as preciosidades brancas e tintas, armazenados nas barricas – e isto, de uma forma particularmente elegante, pois muitos modelos da série DH-VPR+ são concebidos para montagem mural e o design elegante está disponível em diferentes variações de cor e materiais. Para aplicações mais exigentes, mesmo a baixas temperaturas!

Os ajudantes móveis da série TTK S: sempre presentes onde a humidade dificulta o trabalho

O trabalho não termina logo que os vinhos encorpados são engarrafados após um bem-sucedido envelhecimento. Pois um vinho nobre merece uma aparência perfeita. Todos sabemos que as modernas etiquetas auto-adesivas são difíceis de colar em vidro molhado. Na pior das hipóteses, elas soltam-se logo a seguir. Para que as garrafa não tenham que ser penosamente preparadas à mão para a rotulagem, aconselha-se, também nesta etapa, o uso de um desumidificador.

As melhores condições, num ápice

Para a rotulagem pode ser usado um desumidificador móvel, que cria condições perfeitas num instante. Os modelos da série TTK-S da Trotec, tais como, por exemplo, o TTK 355 S, com o seu potente compressor de 1,07 kW, foram concebidos para diferentes aplicações sob condições adversas e são, portanto, verdadeiros multitalentos na produção de vinho. Prestam bons serviços e protegem contra o amolecimento e o bolor, também na armazenagem das caixas de vinho. Além do elevado desempenho e do fabrico extremamente robusto, distinguem-se, principalmente, pela sua durabilidade. Por isso, são também ideias para a desumidificação das caves após cada operação de limpeza. Poderá, assim, após pouco tempo, entrar novamente, com segurança, na cave limpa. Graças às práticas rodas e à envolvente compacta, estes poços de energia podem ser colocados em qualquer ponto na adega – sempre presente onde um potente desumidificador fizer falta.

Qualidade assegurada através de uma redução de humidade controlada

Considere o seguinte: A redução da humidade nas caves é essencial para a qualidade do seu vinho. Mas, uma redução demasiado elevada da humidade também é prejudicial. Caso a água contida no vinho armazenado nas barricas de carvalho se evapore demasiado rápido, forma-se um teor de vinagre demasiado elevado. Devemos, pois, prestar atenção a uma redução equilibrada da humidade também na armazenagem dos vinhos. Caso contrário, as rolhas podem secar e deixar de vedar. Para que esteja sempre do lado seguro ao reduzir a humidade na sua adega de vinhos, os técnicos do serviço industrial Trotec apoiam-no a par e passo.

Social